A História de Abraão - Historicidade

Receita de A História de Abraão - Historicidade

A | A
Jesus e seus discípulos se referiram a Abraão mais de 70 vezes em suas palestras e escritos. Na sua ilustração do rico e Lázaro, Jesus referiu-se a Abraão em sentido simbólico.

Jesus e seus discípulos se referiram a Abraão mais de 70 vezes em suas palestras e escritos. Na sua ilustração do rico e Lázaro, Jesus referiu-se a Abraão em sentido simbólico. (Lu 16:19-31_ Quando seus oponentes se jactaram de ser prole de Abraão, Jesus logo apontou a hipocrisia deles, dizendo: “Se sois filhos de Abraão, fazei as obras de Abraão”. (Jo 8:31-58; Mt 3:9,10) Não, não é a linhagem carnal que conta, mas, antes, ter fé semelhante à de Abraão é o que habilita a pessoa a sr declarada justa, conforme disse o apóstolo Paulo. (Ro 9:6-8; 4:1-12) Paulo também identificou o verdadeiro descendente de Abraão como Cristo, junto com os que pertencem a Cristo quais “herdeiros com referência a uma promessa”. (Gal 3:16, 29).

Desde o Dilúvio Até Abraão. A linhagem de Sem, filho de Noé, que recebeu a benção de Noé, produziu Abrão (Abraão), o “amigo de Jeová”. (Tg 2:23) Esta genealogia, junto com a antidiluviana já mencionada, constitui o único meio de se determinar a cronologia da história do homem até Abraão. Na lista antidiluviana, o registro passa pela linhagem do Sete, e na lista pós-diluviana, passa por Sem. Especifica coerentemente o tempo desde o nascimento de certo homem até o nascimento do seu filho. (Gên 11:10-24, 32; 12:4) Não existem outras extensas listas genealógicas que abranjam este período histórico – o que indica que estas listas têm o objetivo duplo de prover genealogia e cronologia. Em alguns outros casos, a colocação de eventos específicos na corrente do tempo é conseguida por meio de informações genealógicas.

Monsenhor Dimitrios Attarian
Vigário da Catedral Ortodoxa Antioquina de São Paulo e secretário do Arcebispado. Ministra varios cursos de Ecumenismo e é professor de história e doutrina ortodoxa no Seminário da Congregação dos Legionários de Cristo em Itapecirica da Serra.
monsenhor@arabesq.com.br