Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Tuesday, November 19, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


“Taxi Rosa” é grande avanço pelos direitos femininos no Líbano

 Imprimir Arabesq | 12/03/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Os taxis cor de rosa devem tomar conta das ruas do Líbano com a inauguração do serviço “Meninas Táxi", em Al-Mutailab nordeste de Beirute, que permite às mulheres requisitarem taxis guiados somente por motoristas do sexo feminino.

A autora da idéia, Nawal Yaghi Fakhry, achava que teria grande dificuldade em encontrar motoristas mulheres para os taxis “especialmente porque este trabalho se restringia aos homens no Líbano... Mas logo quando coloquei um anuncio nos jornais recebi dezenas de inscrições para o emprego. Escolhi mulheres com mais de trinta anos, maduras, elegantes e educadas.” disse Nawal que considera a elegância um pré-requisito indispensável para as novas motoristas.

Suad Hmadr, uma das meninas do Taxi Rosa, vestiu o uniforme de calça preta, camisa branca, gravata, flor no cabelo e maquilagem cor de rosa, antes de apontar orgulhosa para seu novo instrumento de trabalho, um Peugeot 2009, que considera ser um objeto de diversão.

Suad é casada e cuida de seu marido e dos 4 filhos, mas optou por este trabalho pois quer provar que as “mulheres são capazes de fazer qualquer função realizada pelos homens, e de guiar de forma mais segura do que eles”. Para isso Suad contou com o incentivo dos seus filhos que “ficaram orgulhosos com a mãe”.

Segundo Lina Ghanem, assessora de imprensa no Gabinete do Ministro do Turismo, Elie Maroni, que patrocinou a festa de lançamento, "a idéia é pioneira, e o Ministério de Turismo patrocinou o projeto para promover o espírito das iniciativas individuais no âmbito dos serviços turísticos".

"O Líbano é um destino para muitos turistas do exterior, especialmente os do Golfo Árabe. A mulher dessa região pode preferir se deslocar acompanhada por outra mulher”, acrescentou Lina.

Este é o segundo projeto do gênero no mundo árabe, o primeiro foi lançado nos Emirados Árabes Unidos.

Apesar de alguns homens considerarem a idéia “discriminatória” a maioria parabenizou a iniciativa.

Com agências internacionais

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
Clarice Justo 3/18/2009 6:16:40 PM
só irão dirigir para mulheres???? se for isso, continuam na mesma. isto é: sendo discriminadas.Mas, já é um grande passo.

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.