Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Tuesday, November 19, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Saudita casa aos 97 depois de 80 anos longe da sua primeira amada

 Imprimir Arabesq | 18/03/2009 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Da redação Arabesq

Desafiando os incrédulos na paixão e alimentando o espírito dos que um dia experimentaram a intensidade do primeiro amor, sem poder viver a sua história, um senhor saudita, que completou os 97 anos de idade e teve 42 filhos e netos, se casou com a sua primeira amada depois de 80 anos de espera.

Quando jovem, Mohamad Eid pediu a mão da sua amada para seus pais, mas o pedido foi recusado, já que as suas traduções tribais só permitiam que ela casasse com algum de seus primos.

Assim o destino quis que se separassem e tentassem viver outros amores e construir outras vidas. Nos oitenta anos que se passaram a amada casou seis vezes, se separou de quatro e perdeu dois de seus maridos, sem dar a luz a um única criança. Já Eid casou e ficou viúvo duas vezes, se sentiu só, e lembrou do seu primeiro e antigo amor. Eid, aos 97, procurou a sua amada, já com 90, e a pediu em casamento, e ela aceitou.

O casal apaixonado agora revive a adolescência e volta a sonhar e planejar a festa do casamento que deve reunir os poucos que ainda vivem e conheceram a sua história de amor.

Com o jornal Al-Hayat.

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
Clarice Justo 3/18/2009 5:29:16 PM
ao sabermos de histórias reais.....dá para crermos que ainda existe o "amor".

PrDrAbbud 3/23/2009 5:17:27 AM
Uma prova de que o amor existe. E pode ser eterno

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.