Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, November 18, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


“Champanha Saudita” toma conta dos cafés e restaurantes no Reino da Arábia

 Imprimir Arabesq | 14/04/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Hassan Hamido

A mais recente moda nas cafeterias e nos restaurantes de Jeddah é o “Champanhe da Arábia” que, apesar de não conter álcool, tem se defendido rapidamente entre os consumidores da Arábia Saudita.

A bebida é uma mistura de suco de maçã e laranja com um pouco de água gaseificada ou refrigerante de soda.

A popularidade da nova bebida superou a preferência por cerveja sem álcool, amplamente consumida pelos muçulmanos que não podem ingerir produtos que contem álcool.

Yasser Sultan, que trabalha em um famoso café no norte de Jeddah, Arábia Saudita, afirma que o “Champanhe Saudita” foi criado por um famoso restaurante no Reino e se difundiu para quase todos os cafés e restaurantes.

Os jovens são os que mais consomem a bebida que pode ganhar um formato industrializado e engarrafado em breve, afirma Yasser.

Apesar de já existirem refrescos industrializados gaseificados na região, foi o nome atribuído de “Champanhe Saudita” que provocou a fama e a grande procura pela bebida.

Esta nomenclatura aproveita a grande demanda da juventude por produtos permitidos que se assemelham a bebidas alcoólicas. Isso incentivou a industria de bebidas e sucos a produzirem bebidas sem álcool engarrafadas com formas que lembram alguns uísques, vodcas e outras bebidas alcoólicas, acrescentou Sultan.
 
Permitidas sem o nome

O Dr. Xeique Mohammad Alnjami um membro da Academia de jurisprudência Islâmica em Jeddah, defende que a bebida é permitida desde que não contenha álcool ou outras substancias proibidas, mas não compreende o uso de nomenclaturas de bebidas alcoólicas proibidas para este tipo de refresco.

Para ALNjami, as autoridades responsáveis devem pressionar contra o uso destas nomenclaturas já que podem ser um prelúdio para a aceitação gradativa do consumo do álcool.

No último mês de Ramadã surgiu um debate acalorado entre os muçulmanos na Europa após o lançamento, por uma empresa francesa, de uma bebida denominada “Champanhe Halal” produzido a partir do suco de maçãs vermelhas, mas sem conter álcool. A bebida obteve o certificado de “Halal” (termo islâmico para religiosamente permitido) pelo Instituto Islâmico Europeu.

A empresa promoveu o produto através de campanhas publicitárias que oferecem a bebida como a “ideal para celebrar a feliz ocasião do Ramadã com a família e os amigos”.

Apesar do grande sucesso no início do lançamento, as vendas quase desapareceram com o surgimento de Fatuas que proíbem o consumo da bebida por carregar o nome e o formato de produtos alcoólicos proibidos para os muçulmanos.

Com al-Arabiya

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Champanha Saudita Champanha Saudita
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.