Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Tuesday, November 12, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Árabes tomam medidas de prevenção para a gripe suína (saiba como prevenir)

 Imprimir Arabesq | 30/04/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Diversos Estados árabes tomaram medidas preventivas contra a gripe suína após a confirmação de dois casos em Israel e a elevação para o nível cinco de alerta pela Organização Mundial de Saúde.

O Egito decidiu eliminar imediatamente todos os rebanhos suínos no país, e anunciou a ativação das medidas de combate empregadas durante a gripe aviária em 2006.

Entre as medidas estão o aumento da produção de máscaras, a aquisição de 5 milhões de doses do antiviral Tamiflu nas próximas semanas e o reforço do controle nas passagens fronteiriças, nos aeroportos e na identificação de passageiros suspeitos de carregarem a doença, informou o ministro da Saúde Hatem el-Gabali.

O novo vírus carrega elementos dos vírus da gripe humana, aviária e suína. (Infográfico: agência Estado)

A Síria, o Líbano e os Emirados Árabes decretaram a proibição da importação de todos os produtos contendo carne suína. O Catar sugeriu uma reunião emergencial entre ministros da saúde dos países que compõe o Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) para tratar de medidas preventivas conjuntas.

Até este momento, não foram registrados casos confirmados de gripe suína em qualquer país árabe.

Pandemia Eminente
A OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu nesta quinta-feira atenção redobrada no controle e supervisão de casos suspeitos de gripe suína para evitar transmissão dos vírus em hospitais e para evitar que profissionais de saúde espalhem a doença. O alerta veio um dia depois da organização aumentar o nível de alerta mundial para cinco, porque considera iminente a ocorrência de uma pandemia (epidemia de vasto alcance).

A gripe suína já atingiu 13 países e deixou oito mortos no México e um nos Estados Unidos. Além destes países, há casos registrados Canadá, Israel, Nova Zelândia, Alemanha, Escócia, Inglaterra, Áustria, Suíça, Holanda, Espanha e Peru --o primeiro na América do Sul.

Os sintomas e o modo de transmissão em humanos são semelhantes aos de uma gripe comum. O infectado pode transmitir a doença dias antes de apresentar os sintomas ou mesmo após já ter apresentado melhora.

Os sintomas em humanos incluem febre acima de 39°C, falta de apetite e tosse. Algumas pessoas com a gripe suína também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea.

A GRIPE SUINA

Como é feito o diagnóstico em seres humanos?

Da mesma forma que numa gripe comum, quando observados os sintomas (febre, dores pelo corpo, cansaço e tosse), recolhe-se material para análise, normalmente o muco expelido pelo nariz e boca.

Por que a gripe suína mata?

Esse vírus tem uma capacidade de atingir os pulmões e não só pode causar uma pneumonia (que leva à morte pela insuficiência respiratória) como predispõe o pulmão a se infectar com outras bactérias que normalmente não causariam essa pneumonia.

É seguro comer porco e produtos de carne suína?

Sim. Não há registro de transmissão da gripe suína por ingestão de alimentos adequadamente preparados. O vírus da gripe suína não resiste ao cozimento em temperatura superior a 70°C, como se recomenda para a preparação de carne de porco e outras carnes para alimentação humana.

Estou em um avião e tem alguém com sintomas de gripe (e não sei qual é). Devo me preocupar?

Devo me preocupar se estiver em um voo internacional que saiu de um desses países onde existem casos confirmados e suspeitos.  As pessoas que estão no Brasil, porém, não devem ter paranoia. Por enquanto, não há casos confirmados aqui. Companhias aeras foram instruídas de identificarem e relatarem às autoridades locais casos de passageiros com sintomas da gripe suína. Nos vôos originados de países com casos confirmados da doença, as companhias devem fornecer mascaras para uso durante o voou.

Como os médicos sabem diferenciar se é uma gripe comum ou a gripe suína?

Até o momento não há reagente especifico que facilite a identificação do vírus da gripe suína, mas após exames com um kit que permite indicar uma influenza comum, amostras são enviadas para laboratórios específicos capazes de diagnosticar precisamente a doença.

Estive no México recentemente. Por quantos dias devo me preocupar se posso ter sido infectado?

Geralmente, a incubação da doença dura de 2 até 10 dias. O ideal é que as pessoas observem por 10 dias depois da chegada. Se aparecer sintomas, elas devem procuraras autoridades saúde.

Uma pessoa que está com a gripe suína pode se curar?

Pode. Por enquanto a maioria dos casos está sendo curado espontaneamente, da mesma forma que curamos uma gripo comum., ainda não se sabe o percentual de cura. Até agora, a gripe suína tem sido menos letal do que a gripe aviária, mas se espalha com mais rapidez, porque é transmitida de humano para humano. Mas a precaução é necessária pois a doença tem se apresentado intensidades variáveis

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
clarice justo 4/30/2009 10:26:39 PM
estou acompanho todas as reportagens e sites a respeito.Estou muito longe de qualquer risco suponho eu o que me tranquiliza e aos meus.Só gostaria de saber quais países Arabes ou religião é proibido o consumo de carne suina.

Portal Arabesq 5/1/2009 10:34:14 AM
Olá Clarice, agradecemos a sua participação.

Das três maiores monoteístas as religiões muçulmana e judaica proíbem o consumo da carne suína. Apesar disso, alguns países árabes permitem a importação da carne ou de produtos derivados da mesma, como Emirados, Líbano e Egito.

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.