A.Saudita recomenda que idosos e gestantes adiem peregrinação a Meca devido a Gripe Suína

Receita de A.Saudita recomenda que idosos e gestantes adiem peregrinação a Meca devido a Gripe Suína

A | A
O ministro da saúde saudita recomendou nessa terça-feira (30) que idosos e gestantes adiem a peregrinação a Meca este ano, como medida preventiva contra a gripe H1N1

O ministro da saúde saudita recomendou nessa terça-feira (30) que idosos e gestantes adiem a peregrinação a Meca este ano, como medida preventiva contra a gripe H1N1.

O ministro Abdullah bin Abdul Aziz al-Rabia garantiu que a Arábia Saudita planejou medidas para proteger a saúde dos fieis muçulmanos durante a peregrinação. Pedindo para que idosos, gestantes e pessoas com problemas respiratórios, evitem realizar a peregrinação este ano.

Al-Rabia afirmou que o reino adquiriu quantidades suficientes de antivirais para os peregrinos com suspeita de infecção, reforçou laboratórios e hospitais com kits de diagnóstico, e pediu para que os fieis sejam vacinados contra a gripe duas semanas antes da peregrinação e que reforcem os hábitos de higiene.

Na terça-feira a A.Saudita anunciou a descoberta de 6 novos casos de contaminação pelo vírus H1N1 aumentando o número de casos confirmados no Reino para 81.

O vírus, descoberto em abril desse ano no México, já infectou mais de 70 mil pessoas em 116 países, causando a morte de aproximadamente 311 pessoas. A velocidade de difusão da nova gripe gerou uma discussão no mundo árabe sobre a possibilidade de cancelar a peregrinação a Meca este ano, mas autoridades Sauditas recusaram a medida extrema já que o novo vírus se mostrou menos perigoso do que imaginado inicialmente.

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.