O único time árabe na copa diz adeus ao mundial

Receita de O único time árabe na copa diz adeus ao mundial

A | A
Um gol de Landon Donovan aos 46min do segundo tempo acabou com os sonhos da Argélia de se classificar pela primeira vez às oitavas de final da Copa do Mundo de 2010.

Um gol de Landon Donovan aos 46min do segundo tempo acabou com os sonhos da Argélia de se classificar pela primeira vez às oitavas de final da Copa do Mundo de 2010. Até o chute decisivo do meia-atacante norte-americano, o país empatava sem gols com a Argélia, mas o lance salvador deu a vitória aos Estados Unidos por 1 a 0 e eliminou também a Eslovênia, que nesta quarta-feira perdeu para a Inglaterra pelo placar mínimo.

No Luftus Versfeld Stadium, em Pretória, um jogo aberto e dramático, acompanhado por todo o mundo árabe, deixou ambas as torcidas a flor da pele até os últimos minutos da partida. Os EUA e a Argélia tentaram de todas as formas, mas não conseguiam superar a defesa rival. Durante a partida, os americanos perderam duas chances praticamente sem goleiro (uma com Altidore e outra com Dempsey), tiveram um gol anulado de forma polêmica e acertaram uma vez a trave. A "salvação", no entanto, veio nos acréscimos.

Com o resultado, a equipe comandada por Bob Bradley volta à segunda fase da Copa após ser eliminada precocemente em 2002. Com cinco pontos, ela ainda se classificou na primeira colocação do Grupo C, deixando a Inglaterra em segundo devido ao critério dos gols marcados. O próximo adversário ianque vem do Grupo D, composto por Gana, Alemanha, Sérvia e Austrália, que será definido somente às 15h (de Brasília) desta quarta.

Já a Argélia, o único time árabe na Copa, que teria avançado às oitavas de final caso tivesse vencido por dois gols de vantagem, deixa o Mundial sem marcar gols. Esse cenário aumenta o vexame africano na competição, visto que Camarões, África do Sul e Nigéria também haviam dado adeus. Gana, no Grupo D, e Costa do Marfim, no G, seguem sonhando.

A equipe argelina esperava entrar para a história com a primeira qualificação para as oitavas de finais, e se tornar o terceiro time árabe a conseguir esta façanha após o vizinho Marrocos, em 1986 e a Arábia Saudita em 1994; e seria a sexta seleção africana a se classificar para a segunda fase após os Camarões, Nigéria, Marrocos, Senegal e Gana.  Mas o sonho terá que ser adiado pelo menos outros quatro anos.

Com agências internacionais