Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Thursday, November 21, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Centro Cultural da Juventude dedica programação especial ao Oriente Médio árabe

 Imprimir Divulgação | 17/09/2010 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

O Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ), ligado à Secretaria da Cultura do município de São Paulo, deu início nessa semana a uma programação especial sobre o Oriente Médio árabe, com o tema “Que Oriente é este?”.   As atrações, que começam em 15 de setembro, seguem até o dia 29 e incluem, além de seis filmes da 5ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, palestras e oficinas.

Segundo Dolores Biruel, gestora de programação cultural do Centro, desde 2007, a cada dois meses, a instituição promove um projeto chamado “Que país é este?”. “Escolhemos uma nação que tenha relação com nosso laboratório de idiomas. O árabe é uma das nove línguas que podem ser encontradas nas publicações da biblioteca do Centro, por isso dedicamos esta edição do projeto ao Oriente Médio”, explicou ela.

O objetivo da iniciativa é  concentrar informações relacionadas a um determinada país, colocando à disposição um acervo e um contexto cultural. “Dessa maneira esperamos promover o acesso aos dados e o encontro de grupos que tenham o mesmo interesse”, ressaltou Dolores.

Essa não é a primeira vez que o CCJ promove e divulga a cultura árabe. Em 2008, foram desenvolvidas várias atividades com o apoio do ICArabe. “A ideia se deu justamente pelo interesse do público frequentador do Centro, além disso serviu para atrair novos usuários”, contou a gestora.

O público-alvo do CCJ são jovens entre 18 e 29 anos, mas nada impede que pessoas de outras idades também participem das atividades, desde que se respeite a classificação indicativa de cada uma delas.

Além de trabalhar no CCJ, Dolores Biruel também atua no ICArabe como coordenadora do Al Máhjar – Centro de Estudos da Imigração.

Atividades

Ministrada por Soraya Smaili, diretora do Instituto da Cultura Árabe (ICArabe), a palestra “Os árabes e suas contribuições para a ciência e a medicina” abre o evento. Safra Jubran, professora do Departamento de Letras Orientais da USP, fala sobre a língua árabe, presente em mais de 22 países e que colaborou para a formação do léxico de vários idiomas, incluindo o português. “Matemática árabe”, com Francisco Miraglia Neto, professor do Instituto de Matemática da USP, e “História de formação do mundo árabe”, com Murched Omar Taha, professor da Unifesp, também são temas de encontros.

A oficina “Nossas diferenças não podem superar nossas semelhanças”  traz uma performance da artista plástica Sheila Mann Hara, judia nascida no íbano. Resgatando no título uma frase dita pelo líder norte-americano Martin Luther King, a atividade busca promover a integração, compreensão e conciliação das três religiões monoteístas: o cristianismo, o judaísmo e o islamismo.

Apreciada em todo o mundo por sua sensualidade, a milenar dança do ventre tem a sua história abordada e demonstrada em aula aberta da coreógrafa Cristina Antoniadis. O músico Jihad Smaili e a dançarina Leandra Yunis apresentam a melodia e as variações da música árabe.

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
Geraldo Barreto da Silva 9/18/2010 2:28:33 AM
Shavua tov.quero lembrar que sou profundamente amante do mundo Oriente Médio onde Deus é louvado segundo seus costumes e sabedoria de im povo de fé-Deus é um só...Amém..

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.