Tom Cruise exibe o novo ‘Missão Impossível’ em Dubai

Receita de Tom Cruise exibe o novo ‘Missão Impossível’ em Dubai

A | A
É o maior evento de cinema do Oriente Médio. O Dubai International Film Festival, Diff, estendeu o tapete vermelho para Tom Cruise, que veio mostrar seu novo filme como astro produtor. “Missão Impossível

É o maior evento de cinema do Oriente Médio. O Dubai International Film Festival, Diff, estendeu o tapete vermelho para Tom Cruise, que veio mostrar seu novo filme como astro produtor. “Missão Impossível – Protocolo Fantasma” assinala a estreia do diretor de animação Brian ”Ratatouille” Bird na live action. O filme não nega fogo como espetáculo de ação. É tão bom e até melhor do que qualquer uma das três aventuras anteriores com o agente Ethan Hunter.

Na cena mais eletrizante, Cruise escala as paredes externas de Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo e um dos cartões-postais de Dubai. Foi preciso subir ao topo do mundo, o 124.º andar do Burj (torre) Khalifa para ouvir o astro queixar-se das seguradoras. “Elas não deixam que eu faça uma cena de motocicleta, mas não se importaram de que me pendurasse nestas alturas.” Quando estiver assistindo ao filme – que estreia dia 21 no Brasil; antes, no dia 14, Tom Cruise faz o tapete vermelho no Rio -, saiba que aquilo não é trucagem. O próprio diretor Bird confessou que acordava no meio da noite, tendo pesadelos em que Cruise despencava do prédio. “O que estamos fazendo?”, ele se perguntava. E não adiantava ir queixar-se ao produtor, que é o próprio Cruise. Ninguém melhor que ele sabe os riscos que corre.

Cruise contou que, desde que se entende por gente – desde os 4 anos! -, sempre quis fazer filmes. Depois de alinhar sucessos e trabalhar com os maiores diretores do mundo (Stanley Kubrick, Francis Ford Coppola, Steven Spielberg, etc.), ele admite que produzir é o melhor brinquedo do mundo. “É fascinante ver a história se construir no papel e, depois, no set. Escolher o diretor, o elenco, as locações, é muita adrenalina.”

O que pensou, pendurado num andar elevado de Burj Khalifa (tudo bem que não era o 124.º, mas a queda seria igualmente fatal da metade disso)? “Que o público ia adorar.” O maior risco? “O vento. Você pode treinar a escalada, simular tudo, mas o vento você experimenta ali.”

Por que Dubai? “Fiquei impressionado desde que vi as primeiras imagens desta cidade futurista sendo construída no deserto. Mas o mérito foi de Bryan (Buck), o produtor associado. Foi ele quem propôs – e se a gente incluísse Dubai no roteiro?” O resultado você precisa esperar só mais alguns dias para conferir. E o filme ainda traz uma surpresa para deixar alerta a plateia masculina – Paula Patton. Cruise e Paula fizeram ontem o tapete vermelho do Diff. Nos próximos dias, astros de Hollywood e da Ásia vão incrementar o brilho do Festival de Dubai.

Owen Wilson, George Clooney, Scarlet Johansson, o diretor Alexander Payne (de um filme considerado ”oscarizável”, “The Descendants”). Mas também existem os astros da região, como Zahra Arafat e o egípcio Gamil Rateh, que vai receber um prêmio de carreira. Outro prêmio de carreira irá para o compositor A.R. Rahman, de “Quem Quer Ser Um Milionário?”. Mas o próprio Cruise que se cuide. Há um circo montado aqui para recepcionar o casal 20 de Bollywood. Ranveer Singh e Anushka Sharma são mais famosos que Angelina Jolie e Brad Pitt na Ásia. Sua aparição amanhã, no tapete vermelho do Diff, promete aquecer ainda mais o evento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.