Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, November 18, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Pesquisadores dos EAU se aproximam de novos tratamentos para Câncer e Alzheimer

 Imprimir Arabesq | 01/02/2012 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Uma pesquisa na Universidade Sharjah dos Emirados Árabes Unidos pode aproximar os cientistas de uma cura para o câncer de mama e o Mal de Alzheimer,  o que tem atraído atenção internacional. Testes em animais devem começar em breve, anunciaram ontem dos pesquisadores responsáveis.

Os pesquisadores da universidade deram um "passo significativo" na pesquisa  que mapeia algumas enzimas que desencadeiam o câncer e o Alzhimer, segundo o Professor Samy Mahmoud, da Universidade de Sharjah, supervisor do estudo. “Nós identificamos alguns compostos que são eficientes contra o câncer de mama”, disse ele.

Milhões de dólares foram investidos na pesquisa que deve ser expandida para outras patologias no futuro.

"Sharjah e os Emirados Árabes Unidos estão se movendo em sintonia com o resto do mundo na tentativa de combater as doenças", disse Dr.Samy Os ensaios pré-clínicos serão feito em coordenação com instituições internacionais nos EUA, França, Japão e Austrália, disse ele. "Não há nada como esta pesquisa sendo feito na região do Oriente Médio", disse ele.

A pesquisa já está em andamento há dois anos, mas só recentemente obteve um avanço significativo quando os pesquisadores identificaram alguns produtos químicos que atacam as enzimas que causam essas doenças.

O câncer de mama atinge hoje aproximadamente 50 mil mulheres no Brasil ao ano, e é responsável por mais de 11 mil mortes no mesmo período. Apesar de seu caráter maligno o mesmo tem alta chance de cura caso o tratamento comece em fase inicial da doença o que aumenta a importância do diagnostico precoce.

No Brasil não há dados sobre a incidência do Mal de Alzheimer, entretanto, segundo o IBGE, há aproximadamente 1,2 milhões de pacientes que sofrem com a doença e o número aumenta em 100 mil a cada ano. No mundo o número dos afetados pela doença passa dos 25 milhões.

A doença degenerativa que afeta o sistema nervoso ainda tem causa desconhecida e continua sem tratamento. Cada paciente tende a apresentar sinais únicos da doença, mas normalmente são afetadas as áreas do cérebro associadas a memoria, aprendizagem e coordenação motora.

Fonte: GN

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Professor Samy Mahmoud, da Universidade de Sharjah nos EAU Professor Samy Mahmoud, da Universidade de Sharjah nos EAU
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.