Capital do Marrocos é nomeada Patrimônio Mundial da Unesco

Receita de Capital do Marrocos é nomeada Patrimônio Mundial da Unesco

A | A
A capital do Marrocos Rabat faz parte desde esta sexta-feira do Patrimônio Mundial da Unesco, uma decisão do Comitê reunido em São Petersburgo.

A capital do Marrocos Rabat faz parte desde esta sexta-feira do Patrimônio Mundial da Unesco, uma decisão do Comitê reunido em São Petersburgo (Rússia) tomou por unanimidade entre seus 21 membros, graças em parte à apresentação de um expediente "exemplar".

Em entrevista à agência EFE, o diretor de Patrimônio Cultural do Ministério de Cultura marroquina, Abdelah Saleh, destacou que essa é "uma notícia extraordinária" para o país.

Saleh apontou que o comitê da Unesco apreciou todos os componentes da cidade de Rabat como capital moderna e cidade histórica.

Rabat abrange a cidade nova, o jardim experimental e jardim histórico, o Castelo dos Oudayas, as muralhas e os portais de Almohades e as Ruínas da Necrópole de Chellah.

Além da capital do país, outros dez lugares marroquinos estão inscritos na lista de Patrimônio Mundial da Unesco: as cidades de Fez (1981), Marraquexe (1985), Aït-Ben-Haddou (1987), Meknés (1996) e o sítio arqueológico de Volubilis (1997).

Completam a lista Tetuão (1997), Essauira (2001), a Praça Jemaa El Fna em Marraquexe (2001), a antiga cidade portuguesa de Mazagan (2004), e o festival Moussem de Tan-Tan, no sudoeste Marrocos (2005).