Egito recupera estátua faraônica de três mil anos

Receita de Egito recupera estátua faraônica de três mil anos

A | A
O Egito recuperou estátua faraônica  que havia sido roubada a vinte anos de sítios arqueológicos egípcios.
O Egito recuperou da Holanda, estátua faraônica de três mil anos que havia sido roubada a vinte anos de sítios arqueológicos egípcios.

O Dr. Zahi Hawass, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, disse nesta segunda-feira, que a estátua é uma das seis que haviam sido descobertas no sul de Cairo, por um grupo de historiadores britânicos em 1985.
 
A polícia holandesa recuperou a estátua, quando um indivíduo demonstrou grande curiosidade em saber através do Museu da Holanda o preço de um artefato faraônico, a diretoria do museu desconfiou e informou a polícia sobre o caso, o individuo acabou sendo detido confessando ter comprado a estátua em um leilão e tinha interesse em saber o valor real da peça.
 
O tribunal holandês ordenou a devolução da estátua ao Egito, e o comprador teve seu dinheiro restituído pela casa de leilões.
 
A estátua se chama “Oxapti”, tem a figura de uma mulher com o nome de “Henr” que fez parte da décima nona família faraônica. Possui escritos hieróglifos com 8,5cm de altura, 2,9cm de largura e 2cm de profundidade.
 
A estátua está agora no Museu do Egito para restauração. Não foi divulgado o valor real do artefato.