Principal > Cultura > Notícias
Português العربية
publicidade
    Friday, November 15, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Exposição em Damasco da época de ouro da ciência árabe-islâmica

 Imprimir Al-Jazeera | 18/11/2008 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Uma exposição sobre a ciência árabe-islâmica em Damasco atraiu milhares de Sírios que desejam ver as fotos e conhecer as explicações sobre as invenções criadas por cientistas árabes e muçulmanos desde o califado Abássida.

"A Exposição da Idade de Ouro da Ciência Árabe” foi organizado em cooperação entre o Instituto do Mundo Árabe de Paris, o Museu Nacional em Damasco e a organização “Síria capital da cultura árabe”.

O evento expõe achados arqueológicos árabes e islâmicos do museu nacional da Síria ao lado de efeitos áudio visuais do Instituto do Mundo Árabe de Paris.

Gerações mais jovens

A exposição visa, em especial, informar as gerações mais jovens dos serviços prestados pelos grandes estudiosos muçulmanos para o progresso da humanidade, através de um grupo de pinturas que demonstram o papel dos cientistas árabes na invenção da álgebra e trigonometria, no desenvolvimento da ciência, da astronomia e da farmácia.

AvecenaA Diretora dos Museus Sírios, Mona Muezim, disse que a exposição pretende transmitir uma mensagem sobre o interesse dos muçulmanos, em geral, pela ciência e seus serviços prestados para a civilização européia.

Mona acrescenta que todos os cientistas muçulmanos começaram através do estudo da Ciência do Alcorão e da Sunna, em seguida direcionaram-se para outras ciências. Como exemplo desta trajetória Mona menciona Al-Farabi, Avecena “Ibn Sina” e Ibn-Shater e Al-Beiruni cientistas que tem grandes feitos no progresso cientifico.

Muezim afirma que os estudiosos muçulmanos estudaram e se aprofundaram no idioma da ciência em seu tempo, traduzindo conhecimentos para a língua árabe, seguindo, em suas descobertas, o uso de experimentos para a comprovação das teorias. Os cientistas árabes não se limitaram a uma especialidade, sendo versáteis no estudo e desenvolvimento de áreas diversificadas, como Avecena, que foi médico, farmacêutico, químico, músico e filósofo.
   
Fragilidade intelectual

Por outro lado, o especialista em arqueologia, Anas al-Mokdad, acredita que a exposição acontece em um momento difícil para os árabes e muçulmanos que sofrem de desvantagem cientifica e intelectual em relação ao ocidente. Com isso, a exposição torna-se uma importante oportunidade para revitalizar a memória sobre conquistas científicas dos antepassados que aprenderam e desenvolveram ciências de civilizações anteriores.

A exposição é constituída por três seções principais.

A Seção céu e Terra: que expõem ciências que ajudaram na vigilância, nas medidas e na descrição.

A Seção do Homem e seu ambiente: dedicado às ciências humanas e ambientais, bem como as ciências aplicadas.

A Seção da Ciência e da Arte: que revela a relação entre as teorias científicas e as técnicas artísticas.

A exposição apresentou um grande número de objetos de valor na sua forma original, como o famoso relógio do Ibn-Shater Miqati Damasceno, trazido à exposição a partir da Mesquita dos Omíadas de Damasco. O relógio solar desenvolvido por Ibn-Shater mostra precisamente, em qualquer época do ano, os horários das orações Muçulmanas. 

A exposição contém também objetos e explicações sobre o funcionamento dos antigos hospitais “Albalmarstan", que foram divididos em duas seções, uma para homens e outra para as mulheres, cada departamento oferecia internação, exames precisos e médicos qualificados. Estes hospitais ainda possuíam departamentos com instrumentos musicais, prova do interesse dos árabes na música e sua aplicação nos tratamentos médicos, preferidos ao uso de tratamentos químicos e físicos com instrumentos usados pelos Abássidas e encontrados no palácio do Califa na cidade de Al-Raqqa na Síria.

www.aljazeera.net

Tradução: Portal Arabesq

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
naje majed hilal 11/18/2008 9:03:29 PM
e uma otima oportunidade ter mais conhecimentos de minhas eranças arabes(siria) muito obrigado naje

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
A Exposição visa informar as gerações mais jovens dos serviços prestados pelos grandes estudiosos muçulmanos para o progresso da humanidade A Exposição visa informar as gerações mais jovens dos serviços prestados pelos grandes estudiosos muçulmanos para o progresso da humanidade
Rádio Arabesq

VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.