Principal > Economia > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, November 18, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Catar, Suíça e Singapura, lançaram iniciativa conjunta para melhorar a governança global

 Imprimir Arabesq | 02/02/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Catar lançou, na sexta-feira, em cooperação com a Suíça e a Singapura, uma iniciativa no Fórum Econômico de Davos, para estudar maneiras de melhorar a governança global frente à realidade das mais recentes mudanças no quadro econômico mundial.

Xeique Hamad bin Jassem bin Jabor Al Thani, Primeiro-Ministro e Ministro das relações exteriores do Catar, disse que “a atual crise financeira mundial destacou os riscos enfrentados pelo mundo e foi o principal motivo para o surgimento dessa iniciativa”, salientando que tal crise "obriga o mundo a enfrentar em parceria os desafios do século 21”.
 
A iniciativa visa criar um novo sistema de governança global "baseada em um conjunto de princípios, organizações e processos que ajudam o mundo a resolver os problemas que resultam em implicações que vão além dos limites de um Estado ou um povo.”, disse AL-Thani.
 
"São diversos os problemas do mundo nas áreas de economia e finanças, meio ambiente, sociedade, tecnologia e política das relações internacionais", disse Al-Thani, acrescentando que o tratamento correto destes problemas "não está disponível nas estruturas organizacionais das relações internacionais estabelecidas após a Segunda Guerra Mundial, devido às mudanças substanciais ocorridas desde aquele tempo na composição da comunidade internacional”.

Sérios desafios

A Ministra das Relações Exteriores da Suíça, Micheline Calmy-Rey, considerou que há um grande desnível entre os desafios mundiais e a capacidade das instituições internacionais.

"O mundo tornou-se mais complexo e seus problemas estão crescendo rapidamente. As instituições existentes hoje, imunes às reformas, não acompanham o ritmo acelerado da evolução da qual o mundo passa agora", disse Micheline.

O projeto, elaborado por especialistas e autoridades dos três países, estuda as mudanças na administração dos recursos naturais disponíveis, o incentivo à Organização das Nações Unidas e a forma de adaptação perante os novos desafios do século 21.

O Ministro do Ambiente da Singapura, Ibrahim Al-Yacoub, disse que a solução da crise financeira e econômica mundial deve ser de longo prazo, e exige um sistema coerente de governança global e instituições internacionais capazes de superar as repercussões da crise.

Ele disse também que o desenvolvimento da governança global, deve acontecer com passos cuidadosos e constantes.
 
Aliança Inédita

Mark Adams, porta-voz do Fórum, afirma em declaração para a al-jazeera que "Essa aliança é inédita entre os três governos que pretendem elaborar uma série de diálogos entre acadêmicos especialistas, governos, organizações da sociedade civil, instituições cientificas e alguns meios de comunicação”.

Adams esclareceu que o objetivo desta cooperação é "criar um conjunto de princípios orientadores e medidas para adaptar as instituições financeiras às condições globais atuais; e apresentar recomendações sobre uma série de problemas específicos do mundo, e sugerir novas estruturas, estratégias e medidas."
 
Ele destacou "a emergência de dois novos jogadores na arena global, pois o sistema precisa intensificar a cooperação internacional e o desenvolvimento de soluções inovadoras”.
 
O projeto visa aumentar a participação dos governos na cooperação internacional, e incentivar a comunidade internacional a resolver outros riscos globais. A primeira fase do projeto será avaliada durante o próximo Fórum Econômico Mundial, em 2010.

com al-Jazeera

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Xeique Hamad bin Jassem bin Jabor Al Thani, Primeiro-Ministro e Ministro das relações exteriores do Catar. Xeique Hamad bin Jassem bin Jabor Al Thani, Primeiro-Ministro e Ministro das relações exteriores do Catar.
Rádio Arabesq

Países Árabes
<
Arábia Saudita Argélia Bahrein Catar Djibouti
Egito Emirados Iémen Ilhas Comores Iraque
Jordania Kuwait Líbano Líbia Marrocos (em construção)
Mauritania (em construção) Omã Palestina (em construção) Síria Somália
Sudão Tunísia
VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS
Taxas

Moedas

Compra

Venda

Dinar Argelino

62.85

62.96

Dinar do Bahrein

0.37

0.37

Dinar Iraquiano

1,197.60

1,198.60

Dinar Jordaniano

0.70

0.701

Dinar Kuwaitiano

0.27

0.27

Dinar Líbio

1.19

1.19

Libra Sudanesa

2.05

2.06

Dinar Tunisiano

1.17

1.17

Dirham EAU

3.67

3.68

Dirham Marroquino

7.29

7.36

Franco Comorense


Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.