Principal > Economia > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, November 18, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Metade das ações na Arábia Saudita registra queda máxima

 Imprimir Agências | 07/10/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Metade das empresas com ações negociadas na bolsa de valores da Arábia Saudita, caíram o valor máximo permitido (10%) nesta terça-feira.

Os prejuízos afetaram empresas líderes como a "SABIC", que perdeu 9,7%, derrubando o índice em 7%.

Com isso falham as afirmações de 6 bancos que defendiam a invulnerabilidade do setor imobiliário frente à atual crise global.

O membro da associação econômica da Arábia Saudita, Abdul Hamid, disse estar surpreendido com a não intervenção de autoridades locais que, segundo Hamid, deviam “reagir rapidamente, interrompendo a bolsa até que seja restabelecida a confiança do mercado... A atual crise não é justificável, pois não tem ligações com a crise global”.

Para Hamid, conquistar a confiança dos investidores na Arábia Saudita é a principal ferramenta para futuras altas, pois notícias de lucros recordes por bancos e empresas tem resultado pouco reflexo nas suas ações.

O índice geral caiu 7,03% equivalente a 472,88 pontos, fechando em 6.253,72 pontos. O volume de ações negociadas foi de 230,5 milhões, em cerca de 140 mil operações, somando o valor de 1,391 bilhões de dólares.

O analista, Abdul Aziz Alcahri, acredita que "quando a liquidez é fraca, devemos esperar novas quedas. Nosso mercado é afetado mais pelos motivos negativos que os positivos... Mesmo com a esperança de possíveis altas, os investidores se mantêm cautelosos e não compram... A crise é injustificável, nosso mercado imobiliário não é interligado com o meio externo, esta é uma crise de confiança, o mercado ignorou a análise técnica e econômica, e seguiu uma tendência psicológica".
 
Em outros mercados do golfo a tendência não foi diferente. No Kuwait, 20 advogados processaram o primeiro-ministro e os ministros da economia e da industria, pedindo a intervenção do governo na crise e a interrupção das negociações no mercado de ações até que sejam “implementadas medidas necessárias que protejam a economia nacional e os interesses da sociedade”, medidas apoiadas por um número considerável de parlamentares após os grandes prejuízos registrados nesta segunda-feira.

O Jornal ‘Al-Siasa’ publicou informações sobre propostas de empresas estrangeiras interessadas em adquirir as ações do governo em duas companhias de telefonia móvel (Al-Watani e Zein Telecom).
Segundo o jornal, o governo expressou interesse pelas propostas e pode “efetivar o negócio nos próximos dias”. A fonte acredita que isto poderá interromper o continuo sangramento de recursos no mercado financeiro, revertendo as grandes quedas registradas esta semana.
O governo do Kuwait afirma ter disponibilizado, através do banco central, mais de 2.2 bilhões de Dólares para os bancos no Kuwait, um valor considerado suficiente para proteger o mercado.

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

Países Árabes