Relatório mostra que Bolsas do Golfo árabe perderam USD 538 bilhões em 2008

Receita de Relatório mostra que Bolsas do Golfo árabe perderam USD 538 bilhões em 2008

A | A
O mercado acionário saudita foi o mais afetado, a empresa imobiliária Emaar perdeu 81% do seu valor

Um relatório da ‘Global Investment House’ (Global) defende que o valor de mercado das bolsas de valores nos países do CCG caiu 47,5% desde o início do ano, perdendo US$ 538 bilhões, US$ 373 bilhões desde o início de outubro de 2008.

O relatório publicado na sexta-feira (21) pelo jornal "Qabas" kuaitiano, responsabiliza a diminuição da velocidade de crescimento econômico mundial, a redução dos preços do petróleo e a crise financeira como as principais causas que exercem pressão sobre os investidores nos mercados da região afetando a confiança no investimento.

O mercado Saudita foi quem acumulou o maior prejuízo na região, aproximadamente US$ 254 bi desde o inicio do ano, enquanto os EAU e o Kuwait perderam US$ 141 e 101 bilhões de dólares respectivamente.

O mercado Bahrain foi o menos afetado, perdendo apenas US$ 3,6 bilhões desde o início do ano.

Catar e Omã também foram afetados pela crise, perdendo 45 e 9 bilhões de dólares respectivamente.

Ao nível das Grandes empresas, SABIC, a maior empresa do Conselho de Cooperação do Golfo, perdeu US$ 86 bilhões do seu valor durante o ano, US$ 40 bilhões desde o início de outubro, afetada pela desaceleração da economia global e o colapso dos preços do petróleo.

Saudi Telecom perdeu US$ 13,2 bi do seu valor desde o início do ano, já a Kuwait's Mobile Telecommunications perdeu US$ 10,7 bi no mesmo período.

A empresa "Emaar" imobiliária foi a mais afetada, perdendo US$ 20,5 bi que representam 81,1% do seu valor, desde o inicio do ano.