Principal > Economia > Notícias
Português العربية
publicidade
    Tuesday, November 12, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Conferência de Energia em Abu Dhabi sugeriu a energia nuclear como alternativa ao petróleo

 Imprimir Al-Jazeera | 29/11/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

A Conferência de Energia em Abu Dhabi, capital dos Emirados, sugeriu a energia nuclear como a melhor alternativa ao petróleo para gerar eletricidade.

Nas sessões da conferência foram expostos exemplos de programas nucleares para fim civil na Índia, Paquistão e Israel.

Abdel Ghani Mlibari, presidente do Departamento de Engenharia Nuclear da Universidade do Rei Abdul Aziz, estima a necessidade de construir até 80 reatores para satisfazer a crescente demanda, de 10% ao ano, por energia elétrica nos Países do Golfo.

Mahmud Nassr Al-Din, Diretor da Agência Árabe de Energia Nuclear, tem esperança de que a crise financeira mundial não interfira nos planos dos países do golfo, referentes ao desenvolvimento do programa nuclear que pode vir a ser adiado em caso de escassez de liquidez e diminuição da demanda por energia elétrica.

segundo informações divulgadas na conferencia, no momento 30 países possuem 442 centrais nucleares, outras 72 instalações se encontram em construção em 11 outros países; 56 países possuem 284 reatores nucleares para fins de pesquisa cientifica e outros 220 reatores fornecem energia para navios e submarinos.

Barreiras

Falando sobre as possíveis conseqüências econômicas de investimentos nucleares, o Professor de políticas energéticas na Faculdade de Economia da Universidade de Greenwich na Inglaterra, Stephen Thomas, acredita que o investimento em tais projetos é um risco financeiro considerável. Ele justifica o risco pelo alto custo da construção de reatores nas duas últimas décadas como resultado do aumento do preço de produtos como o ferro e o níquel; o aumento do custo do conteúdo de produção de energia nuclear; a falta de mão de obra qualificada e a desvalorização do dólar frente outras moedas no período entre 2005 a 2008.

Como resultado Thomas aconselha os países do Golfo a reconsiderarem a questão do custo antes de prosseguir nos projetos, salientando a necessidade de redução de consumo de energia e o preparo de qualificações necessárias para a gestão dos reatores.

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

Países Árabes
<
Arábia Saudita Argélia Bahrein Catar Djibouti
Egito Emirados Iémen Ilhas Comores Iraque
Jordania Kuwait Líbano Líbia Marrocos (em construção)
Mauritania (em construção) Omã Palestina (em construção) Síria Somália
Sudão Tunísia
VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS
Taxas

Moedas

Compra

Venda

Dinar Argelino

62.85

62.96

Dinar do Bahrein

0.37

0.37

Dinar Iraquiano

1,197.60

1,198.60

Dinar Jordaniano

0.70

0.701

Dinar Kuwaitiano

0.27

0.27

Dinar Líbio

1.19

1.19

Libra Sudanesa

2.05

2.06

Dinar Tunisiano

1.17

1.17

Dirham EAU

3.67

3.68

Dirham Marroquino

7.29

7.36

Franco Comorense


Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.