Principal > Islamismo > A Fé Muçulmana
Português العربية
    sexta-feira, 28 de julho de 2017
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


O Alcorão Sagrado

 Imprimir Arabesq | 18/06/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O Alcorão é o livro sagrado para os muçulmanos, que engloba a compilação das mensagens divinas reveladas, em estágios, pelo anjo Gabriel ao profeta Maomé (Muhammad S.A.A.S.) durante 23 anos (entre 610 DC, e 6 de julho de 632 DC a data da morte do profeta).

A palavra árabe “Qur'na” significa leitura ou recitação. Na sua forma atual, o Alcorão tem 114 Capítulos chamados de (suras), escritos em prosa rimada, de diferentes comprimentos. No total contêm 6236 versos (Ayya). O maior capítulo é o segundo, que possui 286 versos (Ayyat, sing. Ayya); o mais curto é o ultimo, com apenas três. Tanto os capítulos quanto os versos não estão organizados de acordo com suas ordens cronologias de revelação, portanto seguem estrutura não linear, sem inicio meio e fim. Algumas vezes os capítulos são um conjunto de versos sem necessária correlação entre si. Os capítulos (suras) estão dispostos em ordem decrescente de comprimento. Mas o primeiro capítulo, “AL Fatiha”, não segue esta regra ocupando posição especial no inicio do alcorão.

 Há relatos de que o próprio profeta Maomé (Muhammad) recomendava a ordem e o capitulo que, seria inserido, um novo verso revelado a ele.

Via de regra, com exceção do capitulo nove, os versos são recitados depois de mencionar a frase de abertura (Bism Allah Alrahman ALrahim) “em nome de Deus, o clemente, o misericordioso”.

O texto do alcorão foi transcrito pelos companheiros (Sahaba) do profeta, ainda durante a sua vida, depois de transmitir oralmente os textos a eles.

Logo após a morte do profeta, o primeiro califa (legatário), Abu Bakr, coletou e organizou os capítulos do Alcorão; existiram no passado diversas versões do alcorão, mas a atual versão, padronizada para todos os muçulmanos, remonta ao tempo do terceiro califa Othman, que selecionou a versão escolhida pela então comissão de acadêmicos islâmicos, e destruiu todas as outras. Com isso a atual versão se tornou o Alcorão canônico, e estabeleceu a ordem dos capítulos (suras) tal como estão hoje; uma copia do alcorão padronizado foi enviada para todos os territórios islâmicos na época.

As diferentes versões do alcorão, que foram destruídas, não possuíam conteúdo de texto diferente entre si, mas sim se diferenciavam no numero de versos e seus arranjos.

O alcorão foi escrito na língua árabe de Kuraish, tribo árabe à qual pertence o profeta Maomé (Muhammad). Na época em que foi escrito acredita-se que a língua árabe escrita não possuía pontuação e acentos, com isso as primeiras cópias do alcorão foram escritas sem os mesmos, que foram acrescentadas aproximadamente um século depois. Tal fato estimula alguns críticos que defendem a falibilidade da fidelidade do atual alcorão ao texto original, o que é totalmente rejeitado pelos muçulmanos que acreditam não só na fidelidade como na proteção divina contra tal adulteração, já que ele era fielmente decorado durante este tempo, e sempre foi restrito à língua árabe o que impediria com que perdesse ou adulterasse seu significado através das traduções.

O islamismo estabelece valor especial à recitação vocal do Alcorão. Linguisticamente, a arte de recitar o Alcorão é muito difícil. Pois o recitador deve respeitar regras estritas que exigem muitas vezes exaustivo treinamento.

Veja alguns exemplos de recitação do Alcorão:

A arte de recitar o Alcorão Sagrado  
- Abd AL-Basit recita surata (Dhuha) 

No que se refere ao seu conteúdo o Alcorão é dividido em três fases de Meca e uma fase da Medina. Os textos mais antigos fazem parte do primeiro período de Meca, descrevem geralmente as experiências da revelação ao profeta, o capítulo 96 é o primeiro a ser revelado ao profeta. Este período ainda enfatiza a conexão com “Os povos do livro&rdquo

 Imprimir
Arabesq
Textos assinados pelo portal arabesq são resultados de pesquisas realizadas pela equipe de pesquisadores do Portal Arabesq
pesquisa@arabesq.com.br

COMENTÁRIOS
 
EMIR BRAZ 14/07/2008 05:11:05
pROCURO UMA TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS ENÃO ENCONTRO. NÃO EXISTE???

Claudio Fauza 23/07/2008 13:00:01
Olá Emir. Existe sim. Entre em contato com a Wamy - www.wamy.org.br - onde você poderá ter mais informações quanto a isso.

Portal ArabesQ 24/07/2008 01:30:20
Oi Emir, através da câmara do comercio árabe brasileira você pode receber o alcorão sagrado na sua casa. Para mais informações acesse http://ccab.com.br/site/alcorao.php , acompanhe também o nosso portal pois estamos trabalhando para disponibilizar o texto do alcorão no nosso portal Arabesq.

clarice justo 08/11/2008 11:16:38
O Alcorão pode ser lido por mulheres ? Qualquer pessoa pode comprá-lo como a Biblia Sagrada dos Católicos ou Evangelistas ?

Portal Arabesq 08/11/2008 13:58:40
Oi Clarice. Sim, o Alcorão pode ser lido por mulheres, e sua aquisição é livre para qualquer pessoa de qualquer religião.
Agradecemos muito sua participação.

clarice justo 23/12/2008 17:49:48
Enviei este artigo p/minha filha, dará uma "base-essência", em discernir no que "ouve" e no que é "real". Obrigada, por nos permitirem a leitura e ser tão fácil compreenção.

tulio 16/03/2009 21:22:57
eu achei muito boa

Mary 16/04/2009 14:00:13
Fé perfeita em Deus Na verdade, Allah não é o nome árabe de Deus (Adonai); ele é um ídolo. Não importa se são monoteístas ou não, pois os profetas de Baal também eram monoteístas. O nosso Senhor Jeová (ou Adonai) é o único Deus verdadeiro e vivo, e criador de todo o Universo, e Jesus Cristo (Isa) é seu Filho unigênito, que foi enviado para nos salvar. Só Deus é Pai, o que não pode se dizer do ídolo Alá. Deus é justiça, mas também é amor, e Ele quer que todos os homens cheguem ao conhecimento da Verdade, e a verdade é Jesus. Jesus é o único caminho que nos leva a Deus. O grande amor de Deus foi revelado na cruz do calvário. Todo seu sacrifício será em vão se não entenderem e aceitarem que Jesus Cristo não foi apenas um profeta (ou um profeta de Alá). Ele é o Filho unigênito de Deus, o único que pode transformar completamente nossa vida, basta aceitar o sacrifício dele feito por nós. Jesus te ama.

Neide Lunas 30/06/2009 18:00:56
?????? ????? Achei que era apenas uma curiosa quando começei a estudar a lingua árabe. Agora me vejo apaixonada pela lingua e pela cultura. Não tenho nenhuma descendência árabe (parece irônico mas só tenho dois cunhados, casados com minhas irmãs que são descendentes). Quero receber, se possível, materias e materiais relacionados a cultura, religião e assuntos diversos. Obrigado! ????

Rancés v . M 13/08/2009 21:23:15
adoro tudo sobre este assunto

1234
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Relacionados
+ Populares - Islamismo

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.