Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Monday, March 08, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Ban Ki-moon pede investigação internacional em ataques israelenses contra a UNRWA

 Imprimir Arabesq | 20/01/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O Secretário Geral das Nações Unidas Ban Ki-moon pediu uma investigação internacional sobre o bombardeio israelense de muitas das instalações da Organização das Nações Unidas durante a agressão sobre a Faixa de Gaza, que durou 23 dias e deixou mais de 1300 mortos palestinos.

Ele confirmou durante sua visita na terça-feira, à sede da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) em Gaza, que é necessário aplicar as leis internacionais em Gaza, através do respeito às leis por todas as partes relevantes. Ele disse que iria discutir com altos funcionários da organização internacional sobre os meios de avaliar a extensão da destruição do território palestino.

Em conferencia de imprensa na sede destruída da ONU em Gaza, o secretário-geral da ONU declarou seu choque ao ver apenas uma pequena fração da destruição que ocorreu em Gaza pelos bombardeios israelenses.

Ki-moon congratulou o esforço dos funcionários da ONU par a prestar ajuda e socorro aos palestinos durante os ataque israelenses, e garantiu que fará o que estiver ao seu alcance para minimizar os efeitos da agressão israelense e garantir uma vida normal em que eles possam enviar seus filhos para as escolas, e garantir assistência médica para eles.

Ele descreveu a situação em Gaza de “parti o coração”, e salientou que condenou desde o início dos ataques o uso excessivo de força por parte de Israel, e também condenou os foguetes lançados pelas facções de resistência palestina contra alvos israelenses.

Ban Ki-moon pediu a reconciliação nacional entre o movimento de resistência islâmica (Hamas) e o movimento pela libertação da Palestina (Fatah), salientando que esta unidade reduzirá o sofrimento do povo palestino, e permite a cooperação da ONU com a Autoridade Palestina que represente os palestinos em Gaza e na Cisjordânia.

Ele acrescentou que a degradação da situação em Gaza é resultante da insuficiência dos esforços internacionais para alcançar uma solução política para o conflito entre israelenses e palestinos, garantindo a criação de um Estado palestino viável vivendo lado a lado com Israel.

É o mais alto funcionário estrangeiro a visitar Gaza desde a tomada do poder pelo Hamas, em Junho de 2007.

A reação de Ban Ki-moon é considerada muito branda pelos árabes já que durante a ofensiva a Gaza, as forças israelenses mataram muitos palestinos civis que buscavam refúgio em 4 instalações da ONU bombardeadas por Israel. O fogo não poupou também ambulâncias, mídia, mesquitas e outras organizações de ajuda humanitária. Aproximadamente 47% do total do número de mortos e feridos pelos ataques israelenses eram compostos de civis.

com al-jazeera

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.