Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Saturday, March 06, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Organizações pedem investigação sobre a ofensiva israelense em Gaza

 Imprimir Arabesq | 21/01/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Fontes militares israelenses afirmaram que uma investigação militar israelense foi aberta sobre o uso de bombas de fósforo contra a Faixa de Gaza, em violação das convenções internacionais.

Para as fontes, há indícios do uso das aras proibidas contra pelo menos dois alvos, uma escola da UNRWA matando mais de 40 civis e em outro ataque que feriu dois soldados israelenses. Desde o início da ofensiva Israel defende o uso de “armas convencionais de combate, de acordo com as leis internacionais”.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, visitou na terça-feira o território palestino, onde acusou Israel de ter feito um "uso excessivo da força" durante a campanha de 22 dias para acabar com os lançamentos de foguetes contra o sul de seu território.

Oito grupos israelenses de defesa dos direitos humanos acusaram o Exército de ignorar as regras da guerra e pediram ao procurador-geral e ao conselheiro legal do governo que adotassem medidas sobre o caso.

Equipes de socorro mantêm a busca por corpos esmagados pelos escombros de residências destruídas, e famílias palestinas procuram por membros desaparecidos.

O coordenador do resgate, Muawiya Hassanein, garante que a maior parte dos corpos encontrados em Gaza pertence a crianças, mulheres e idosos; e há claros índicos de execuções.

com al-jazeera

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.