Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Monday, March 01, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Erdogan recebido como herói na Turquia por sua resposta a presidente israelense

 Imprimir Arabesq | 30/01/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O premiê da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi recebido como um herói ao voltar para Istambul depois de abandonar um debate a respeito da faixa de Gaza no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Durante o debate, o premiê turco não teve permissão para rebater afirmações do presidente de Israel, Shimon Peres, que defendeu, com voz alta, a ofensiva israelense no território palestino. Ao ser interrompido, Erdogan se levantou e abandonou o debate e o fórum.

Shimon Peres disse esperar que as relações entre Israel e a Turquia não seja abaladas pela troca acalorada de opiniões entre ele e Erdogan em Davos.

Manifestação

Milhares de pessoas tomaram a rua em frente ao aeroporto da cidade turca, carregando bandeiras turcas e palestinas, para dar as boas vindas a Erdogan, que recebeu elogios dos manifestantes.
Ao chegar, Erdogan disse à multidão:

"Gosto de ser honesto e sincero; e defendo a honra da Turquia... sei que meu povo espera de mim este tipo de atitude".

“Peres falou um tempo maior que todos os outros debatedores juntos, e usou linguagem arrogante e ofensiva, que era totalmente inaceitável”.

"Não sou um chefe de uma tribo. Sou o premiê da Turquia. Tenho que fazer o que tem que ser feito.", acrescentou Erdogan.

O premiê turco deixou claro que sua atitude não é contra o povo israelense, mas sim suas autoridades e governo.

A operação militar israelense na faixa de Gaza gerou grande indignação na Turquia, onde demonstrações com centenas de milhares de pessoas encheram as ruas do país em protesto contra a guerra israelense em Gaza que deixou mais de 1.350 palestinos e 14 israelenses mortos durante as três semanas da ofensiva que começou no dia 27 de dezembro.

A Culpa de Peres

Durante o debate na quinta-feira (29) em Davos, Erdogan entrou em confronto com Shimon Peres que levantou a voz para fazer uma defesa veemente das ações de Israel na faixa de Gaza.

Erdogan, por sua vez, afirmou que Peres estava falando alto para esconder a própria "culpa".

“Quero lembrá-lo [Peres] que vocês [Israel] mataram crianças [palestinas] nas praias de Gaza, de onde não partiam foguetes contra Israel. Lembro de dois premies israelenses que demonstravam felicidade ao poder invadir com tanques a faixa de Gaza”, acrescentou o premiê turco.

“Sinto-me triste quando vejo pessoas aplaudindo o que você [Peres] disse, pois muitos seres humanos foram mortos; e acho desumano aplaudir ações que levaram a este tipo de conseqüência”, disse Erdogan, antes de ser interrompido.

Erdogan acusou o mediador do debate de não permitir que ele falasse e disse que nunca voltaria a Davos.

O premiê turco afirmou que respeita Peres, mas "o que ele diz não é verdade".

A Turquia tem acordos com Israel, mas as relações estão abaladas desde que Israel realizou a ofensiva em Gaza considerada um massacre pela maioria na sociedade turca. Desrespeitando os esforços turcos na intermediação das negociações de paz entre Síria e Israel.

com al-jazeera e agências internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.