Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Monday, March 01, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Repressão a protestos deixa ao menos 34 mortos na Síria

 Imprimir AFP | 20/05/2011 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

As forças de segurança sírias mataram pelo menos 34 pessoas, incluindo uma criança, ao abrirem fogo nesta sexta-feira contra milhares de manifestantes que protestavam em toda a Síria para exigir liberdade e a queda do regime de Bashar al-Assad, segundo militantes dos Direitos Humanos.

Dezenas de manifestantes também foram feridos pelas forças de segurança, acrescentaram os militantes contatados por telefone pela AFP desde Nicósia.

O registro mais pesado foi apresentado na cidade de Maaret al-Naamane, próximo à cidade de Idlib (oeste), onde 15 pessoas, entre elas um adolescente de 15 anos, foram mortas pelas forças de segurança que abriram fogo para dispersar os manifestantes, segundo eles.

Outros doze manifestantes, sendo uma criança de 10 anos e dois adolescentes de 15 e 16 anos, morreram atingidas por tiros disparados pelas forças de segurança em Homs (centro), foco da onda de contestação contra o regime tomada há quase duas semanas pelo Exército, acrescentaram os militantes.

Duas pessoas foram mortas na região de Deraa (sul), cidade que lidera as manifestações no país, um manifestante morreu em Daraya, subúrbio de Damasco, um perdeu a vida em Lattaquié, principal porto do país (oeste), um foi morto em Hama (centro) e dois morreram em Deir Zor (leste), acrescentaram.

Os militantes apresentaram uma lista com os nomes das 34 vítimas.

Manifestações foram registradas em outras cidades de todo o país, apesar das medidas adotadas pelo regime para tentar abafar à força a revolta contra o presidente Bashar al-Assad.

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.